Saltar para conteúdo
Descubra Ansião 1 Descubra Ansião 2 Descubra Ansião 3 Descubra Ansião 4 Descubra Ansião 5 Descubra Ansião 6 Descubra Ansião 7
Lazer

cultura e história - Lazer

Olhos d’Água – A origem do rio Nabão

  • galeria
Ponto Turístico 37

Muitas dessas exsurgências, apesar de sazonais, são importantes na alimentação do curso de água do Rio Nabão. O mais importante, sem dúvida, é a dos Olhos d’Água em que, durante os picos invernais, o caudal de água pode ultrapassar os 1000l/s, mas que, no tempo mais seco, deixa de alimentar o rio.

Ansião, o coração do maciço de Sicó, maravilha-nos com as suas feições irregulares e únicas, legadas pelo tempo que fazendo da água e da rocha calcária seus brinquedos, criou numerosos vales fluviais, como o do Campo ou do Camporês, e mais a norte, um conjunto de pequenas depressões tais como as da Várzea da Granja, Várzea de Torre de Vale de Todos, Várzea de Vale de Todos e Várzea da Póvoa, sem esquecer as extensas redes de galerias onde a água corre livre sob os nossos pés, para depois emergir em magníficas exsurgências sazonais, como a dos Olhos d’Água, em Ansião.


Visite a nascente do rio Nabão e deixe-se contagiar pela natureza no seu estado mais puro. No início da Primavera, a rocha que abunda nos terrenos é salpicada por espécies raras de flora; no Inverno, o verde renasce em todo o seu esplendor, sendo recortado apenas pelos muros de pedra que adornam a serra e lhe dão o ar de manta de retalhos.


 


Contactos

Telf.: (+351) 236 670 206
turismo@cm-ansiao.pt